diHITT - Notícias Arolde de Oliveira: Abril 2008

domingo, 27 de abril de 2008

Prefeitura do Rio barra caminhões

Os veículos só vão poder circular em 26 vias nos intervalos das 6h às 10h e das 17h às 20 h

A partir do dia 5, a prefeitura espera reduzir o caos nos horários de pico no trânsito. É quando começa a valer o decreto do prefeito Cesar Maia que proíbe o tráfego de caminhões e veículos de carga em toda a Zona Sul, Centro, parte da Zona Norte, como Tijuca, Grajaú, Vila Isabel e Méier, e bairros da Zona Oete, como Jacarepaguá e Barra. O decreto cria uma "muralha" que começa na Estrada da Barra da Tijuca, sobe pela Geremário Dantas e desce a D. Hélder Câmara.

"Vamos retirar cerca de 30 mil veículos de circulação das 6h às 10h e das 17h às 20h. Esperamos aumentar em pelo menos 10% a fluidez no trânsito", explicou ontem o subsecretário de Transportes, Dalny Sucasas.

Para o Presidente do Conselho de Varejo da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Daniel De Plá, a medida merece elogios. "Vivemos numa megacidade. Ações como essa são necessárias e urgentes para levar qualidade de vida aos moradores. Talvez tenha um custo adicional, isso precisa ser estudado", avaliou De Plá.

Já o Sindicato das Empresas do Transporte de Cargas e Logística do Rio lamentou o decreto. "Estamos preocupados. Teremos de reformular a logística de abastecimento e ver se é possível adaptar o setor", reclamou o presidente César Holanda.

Em Botafogo, onde o problema prejudica quem mora ou trafega pela ruas Voluntários da Pátria, São Clemente e Mena Barreto, a decisão foi comemorada. "A medida é muito boa, resta saber se a fiscalização será tão boa quanto", disse a presidente da Associação de Moradores do bairro, Regina Chiaradia.

De acordo com a prefeitura, a fiscalização ficará a cargo da CET-Rio e da Guarda Municipal. O decreto prevê exceções como o tráfego de veículos de emergência e serviços, como caminhões dos Bombeiros, da Comlurb, reboques e carros-fortes.

(Jornal O Dia - Sábado, 26 de Abril - Flávia Salme)

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Táxis adaptados atendem mais de 16 mil pessoas com deficiência


A Prefeitura comemora, hoje, o primeiro aniversário do serviço de táxi especial para o transporte de pessoas com deficiência. Atualmente, o serviço conta com 16 carros adaptados, tem 932 usuários cadastros e já atendeu a 16.462 pessoas. O projeto é uma iniciativa das secretarias municipais da Pessoa com Deficiência e de Transporte, em parceria com a Especial Coop Táxi RJ.



Para marcar a data, haverá um evento na Avenida Presidente Vargas 1997, às 10 horas, quando será lançada uma pesquisa sobre o perfil dos usuários do transporte. O serviço funciona 24 horas por dia e pode ser solicitado pelo telefone 2585-5577. O agendamento de corridas pode ser feito por este número, das 7 às 23 horas

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Uma homenagem Inesperada


A convite do Governador Sergio Cabral, o Secretário municipal de Transportes Arolde de Oliveira, representando o Prefeito Cesar Maia, participou da assinatura do convênio com a Prefeitura e a Light para a construção da Via Light. A via ligará a Pavuna à Madureira, subúrbios do Rio, passando pela Avenida Brasil.

Na oportunidade, Arolde foi surpreendido com uma homenagem especial feita pelo Secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, a propósito da sua participação na viabilização do projeto. Ele entregou-lhe uma placa (foto) com os seguintes dizeres: “Arolde de Oliveira, Secretário municipal de Transportes, nossos agradecimentos pela significativa contribuição.
Júlio Lopes, Secretário de Estado de Transportes, 11/4/2008”

terça-feira, 15 de abril de 2008

Reunião para racionalizar transportes no Rio


Foi realizada uma reunião de trabalho para a preparação de projetos para a racionalização dos transportes públicos do Rio, a partir do Plano Diretor de Transportes, na sede da Secretaria municipal de Transportes, em Botafogo, zona sul do Rio. A apresentação do arquiteto Jaime Lerner, segundo o Secretário municipal de Transportes Arolde de Oliveira, foi conceitual, fugindo do detalhamento executivo. “Ela atingiu seus objetivos e servirá como subsídio para as decisões que a Prefeitura vai tomar num futuro próximo”, acrescentou. (Thereza Christina Jorge para o site www.aroldedeoliveira.com.br, 15/4)

"Marcha para Jesus" ,22 de maio, reunirá evangélicos



Para acertar os detalhes sobre a Marcha para Jesus que ocorrerá no Rio, dia 22 de maio, o Deputado Federal Arolde de Oliveira participou de um almoço no Serviço de Assistência Social Evangélico (SASE), em Realengo, subúrbio do Rio. A iniciativa é realizada em São Paulo e outras capitais brasileiras.
O Reverendo Isaias Maciel,presidente da organização,(na foto, discursando) recebeu o presidente do movimento no Rio, Pr. Marcus Gregório (Ministério Apascentar) e líderes de diversas denominações. A ênfase da reunião foi mobilizar a liderança evangélica para fazer do dia 22 de maio, uma grande celebração com a presença e participação de todos os segmentos evangélicos.(15/4)

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Dona Margarida, mãe de Arolde, faz 90 anos


O 90° aniversário de Dona Margarida Barbosa Gonçalves levou a família Arolde de Oliveira à Porto Alegre para comemorar, num churrasco típico, o aniversário da mãe, avó e bisavó do clã.
A reunião que durou o dia todo foi numa casa de festas da zona sul gaúcha.
A comemoração alegrou o Deputado, sua esposa Yvelise, Marina e Sergio, as bisnetas Letícia e Luiza, e seu marido Nelson.
Dona Margarida emocionou-se ao ver filhos, netos e bisnetos, acompanhados de seus esposos, reunidos para homenageá-la. Só mesmo uma data tão importante para conseguir isso.
A homenagem constou de uma oração de gratidão a Deus, feita por Arolde, em que ele agradeceu pela vida e longevidade de sua mãe.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Ônibus e metrô, a melhor opção para a Barra


A racionalização do sistema de ônibus com a integração com o metrô, a implantação da Linha 4 do Metrô e a criação do Corredor T5, ligando o Terminal Alvorada à Penha, atendendo a uma média diária de 300 mil passageiros, são os projetos mais viáveis para conter os graves problemas de trânsito e transportes na Barra da Tijuca.

Essas alternativas são apontadas pelo Secretário Municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, em entrevista nesta terça-feira, 8/4, para o Curso de Jornalismo Ambiental da PUC-Rio. Segundo o Arolde, todas as vias da cidade chegaram ao seu limite, esgotando-se as possilidades de duplicação.

A Barra, explica, é o bairro que mais cresce no Rio, cerca de seis vezes mais que a média da cidade e, por isso, os congestionamentos estão dando um nó na região. " Temos que ter consciência que o automóvel, que ocupa 60% do espaço público e transporta apenas 20% da população, não é transporte público. Além disso, se constitui num grande agressor do meio ambiente". Argumenta que o T -5, já pronto para a licitação, vai racionalizar a bacia de transportes composta por Jacarepaguá, Madureira e Penha, integrando-a à linha 2 do metrô e à Supervia.

Rádio 93 realiza culto de abril em São Gonçalo




A Igreja de Nova Vida em Jardim Catarina, São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, sediou o culto de abril da rádio 93 FM. O Pr. Carlos Alberto recebeu o Deputado Federal Arolde de Oliveira que apresentou os cantores: Fernanda Brum e Léa Mendonça e a Banda Giom, de Vitória (ES), recém – contratada da MK Music. A Equipe 93 FM também participou.
O mensageiro, na noite que reuniu cerca de 2 mil pessoas, foi o Pr. Marco Antonio Peixoto, da Comunidade Internacional da Zona Sul. Ele pregou usando o texto bíblico do evangelho de Marcos, capítulo 4, versículo 35.

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Transporte urbano mobiliza debate eleitoral


O jornal "Valor Econômico" publicou reportagem intitulada “Transporte urbano mobiliza debate eleitoral” com autoridades das principais capitais. Sobre o Rio de Janeiro, o entrevistado o Secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira. Eis o trecho da sua entrevista:
No Rio, há cerca de 240 novos veículos a mais circulando diariamente na cidade, em um espaço limitado geograficamente pelo mar e pelas montanhas. Para o Secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, os candidatos precisarão se ater em especial ao intenso crescimento mobiliário e comercial das regiões que agregam Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes. "Há novos pólos de tráfego que não estavam previstos nos planejamentos urbanos anteriores. Todas as vias chegaram ao limite. Esgotaram-se as possibilidades de duplicação", diz. Como exemplo, cita o túnel Rebouças, inicialmente projetado para 80 mil veículos diários e por onde hoje passam mais de 200 mil; e a linha amarela, projetada para menos de 100 mil e hoje com fluxo de 200 mil veículos/ dia. "As obras que devem centrar o debate nesta área são algumas poucas duplicações, além da criação de corredores de ônibus e aquisição de ônibus interligados." O secretário também aponta o alto índice de idosos na cidade como fator que piora o tráfego. "Há cada vez mais idosos se habilitando a dirigir. E eles dirigem com mais cautela, os reflexos já não são os mesmos. Acabam dirigindo mais devagar."

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Fetranspor disponibiliza ônibus para vítimas da dengue

A Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Rio (Fetranspor) disponibilizou sete ônibus para o transporte de pacientes com suspeita de dengue entre os hospitais da rede estadual de saúde e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).
Trajeto dos ônibus:
Hospital estadual Pedro II e UPA Santa Cruz
Hospital da Posse e UPA do 4ª Grupamento de Bombeiros Militares em Nova Iguaçu
Hospital municipal Cardoso Fontes e UPA do Retiro dos Artistas, em Jacarepaguá
Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, e UPA Irajá
Hospital estadual Carlos Chagas, em Deodoro e UPA do Exército
Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca e UPA da Aeronáutica UPA Bangu e UPA Campo Grande (Do G1, 3/4)

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Uma alternativa para a Baixada-Barra


O caderno Barra do Jornal do Brasil circula hoje com uma página intitulada Baixada-Barra em novos rumos.
A entrevista do Secretário municipal de Transportes Arolde de Oliveira trata da proposta da Fetranspor, apoiada pela Prefeitura e a ser apresentada ao Governo Estadual. O projeto foi apresentado na Câmara Comunitária e elogiado pelos líderes.
A idéia da Fetranspor é construir uma mini-rodoviária fora dos limites da região, onde as pessoas poderiam saltar e através do esquema de integração, pegar os ônibus comuns para chegar ao destino. O local seria na avenida Brasil, numa área da Aeronáutica, no cruzamento das linhas Amarela e Vermelha.
Para Arolde, o terminal iria permitir a integração ônibus-ônibus com as linhas da Baixada a custos tarifários compatíveis com o bolso do trabalhador. “Cabe destacar que qualquer iniciativa que facilite o deslocamento de quem trabalha para sua área de emprego merece toda a atenção da prefeitura”,acrescenta .
Ele lembra também que a construção do terminal não traria ônus financeiro para a Prefeitura. O Secretário lembrou, porém, que a decisão de licitação das linhas é de competência do Governo Estadual. (Extraído do Caderno Barra, do Jornal do Brasil, 2/4)

terça-feira, 1 de abril de 2008

Colégio Batista Shepard, 100 anos


Para comemorar o centenário do Colégio Batista Shepard, a Convenção Batista Carioca (CBC) promoveu na sede da instituição, na Tijuca, zona norte do Rio, uma cerimônia ao ar livre com a participação de alunos, professores e ex-alunos.
O Deputado Federal Arolde de Oliveira, presente no evento, reencontrou ali alguns amigos, entre eles o Presidente do Tribunal de Contas do Município, Thiers Montbello (ex-aluno do colégio) e o Vereador Luiz Humberto, Sub-Prefeito da Tijuca.
A instituição é dirigida pelo Dr. Israel Alves de Oliveira e tem como mantenedora a Junta de Educação da CBC, presidida pelo Pr. Gecé José Pinheiro. Na foto, Arolde de Oliveira, entre Thiers Montbello (à direita) e o Vereador Luiz Humberto.(Thereza Christina Jorge para o site www.aroldedeoliveira.com.br, 1/4 )

Integrações para a Barra da Tijuca

O Secretario Municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, defendeu a integração ônibus/ônibus para atender o trabalhador que vem da Baixada Fluminense e de outras regiões em direção à Barra da Tijuca. Essa integração poderá ser feita através da criação der um mini-terminal rodoviário na Avenida Brasil e outro na Sulacap, conforme proposta apresentada pelo Rioônibus durante audiência pública realizada quinta-feira à noite na Câmara Comunitária da Barra da Tijuca (CCBT).

Presidindo a mesa formada pelo presidente da CCMT, Delair Dumbrosky, o diretor da Rioônibus, Octacílio Monteiro, o Vereador Carlo Caiado e o subprefeito da Barra, Andre Duarte, o secretário Arolde de Oliveira explicou que deve haver equiílibrio entre o fluxo de trânsito e as frotas de ônibus que circulam na região.

Arolde lembrou que a Barra, Recreio, Jacarepaguá tem um crescimento urbano seis vezes maior do que a média dos demais bairros da cidade. Disse que a Barra é dividida em " cabeça, tronco e rodas"e apontou o Corredor T5 ( ligando o Terminal Alvorada à Penha, através de ônibus de grande porte ) e a Linha 4 do Metrô, como grandes soluções para os problemas de trânsito e transportes da região.



Sub-Prefeito da Barra da Tijuca, Vereador Caiado, Presidente da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca Delair Dumbrosky, Secretário Arolde de Oliveira e o Vice-Presidente da Rioônibus Otacílio.



Presidente da CCMT, Delair Dumbrosky com o Secretário Arolde de Oliveira