diHITT - Notícias Arolde de Oliveira: Novembro 2007

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Jubileu de Prata da Associação 1º Centenário



O Deputado Federal Arolde de Oliveira participou do culto em ação de graças pelos 25 anos da Associação Batista 1º Centenário, em Nova Iguaçu, sexta-feira, 24, na Primeira Igreja Batista Jardim Boa Esperança, também na Baixada Fluminense. Foi ele o pregador do primeiro culto.

Coube ao Pr. Jônatas Farizel o sermão de aniversário, “Uma Tocha Acesa”, baseado em Isaias 62.1. A cantora Marina de Oliveira apresentou-se durante a cerimônia.
A Associação Batista 1º Centenário pertence à Convenção Batista Fluminense e reúne 23 igrejas da região. O secretário geral Pr. João Lacerda esteve presente assim como o Pr. Carlos Henrique, da Igreja Boa Esperança e presidente da Associação.

(Foto:Vitória Farizel)

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Valores bíblicos para a família brasileira


O Deputado Federal Arolde de Oliveira participou do Seminário Nacional em Defesa da Vida e da Família realizado dia 23 de novembro, na Alerj, no Centro, do Rio, cujo objetivo é lutar contra o legalização do aborto, pedofilia, pornografia e prostituição.
Na oportunidade, Arolde de Oliveira afirmou que o papel dos evangélicos é despertar valores bíblicos no povo brasileiro como por exemplo a família. Para ele, o momento é de mudanças mas os valores da Bíblia são imutáveis.
Na mesa, além de Arolde estavam os deputados federais Henrique Afonso (presidente do seminário), Neilton Mulin, Samuel Lessa, Manuel Ferreira e o Deputado Estadual Édino Fonseca, que promoveu o evento, já sediado nas assembléias legislativas dos estados de Sergipe e Rondônia.

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Bancada do Rio inclui Corredor T5 no Orçamento da União


A bancada do Estado do Rio de Janeiro na Câmara dos Deputados incluiu emenda ao PPA (Plano Plurianual), no valor de R$600 milhões, para a implantação do corredor de transporte coletivo urbano _Corredor T5 _ que ligará a Barra da Tijuca à Penha, com ônibus articulados sobre trilhos, passando por Jacarepaguá, Madureira, Vaz Lobo e Vicente de Carvalho.

A criação deste corredor vai propiciar a revitalização do sistema de transporte público da cidade e assegurar aos usuários melhor qualidade de vida e menos tempo para chegar ao trabalho.

Outra prioridade da bancada do RJ no Orçamento da União e no Plano Plurianual, foram emendas que garantam verbas para a reforma do Terminal 1 do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) e obras como a implantação da linha 3 do metrô, interligando o Rio a Niterói e São Gonçalo e da linha 4, estendendo o metrô até a Barra da Tijuca. Também foram incluídas a duplicação de trechos da BR-101 no estado e a ligação da Via Light com a Via Dutra, na Baixada Fluminense.
(Para o site www.aroldedeoliveira.com.br, 21/11/07)

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Vagas de estacionamento passarão para as mãos da iniciativa privada

A Secretaria Municipal de Fazenda vai liberar edital de licitação para as 43.162 vagas do sistema Rio Rotativo, passando a ser administradas por empresas privadas. O objetivo é eliminar a presença de flanelinhas. A Prefeitura prepara uma licitação em que vai selecionar uma empresa para explorar as 43 mil vagas existentes na cidade. O edital deve sair na semana que vem.

As mudanças, no entanto, não irão encarecer o serviço, cada bilhete continuará custando R$ 2. O município ficará dividida em cinco regiões e todas serão administradas pela iniciativa privada: Centro e Zona Portuária, Zona Norte, Zona Oeste e subúrbio da Leopoldina. A Zona Sul será dividida em duas áreas. A empresa vencedora terá direito de explorar o serviço por cinco anos, a partir de 2008.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Centro do Rio: + 250 vagas subterrâneas

O Estacionamento Subterrâneo Santa Luzia, no Centro, será inaugurado pela Prefeitura em dezembro e vai oferecer 250 vagas para veículos, além de bicicletário e elevadores. Localizado na Avenida Presidente Antônio Carlos, entre as avenidas Beira-Mar e Almirante Barroso. Além de contar com o novo estacionamento, a revitalização da área prevê alteração no trânsito.

De acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, a mão de direção vai mudar nas seguintes vias: pista lateral da Avenida Presidente Antonio Carlos (junto ao Ministério da Fazenda), no trecho entre a Avenida Almirante Barroso e a Avenida Infante Dom Henrique, e na Rua da Imprensa, que passará a ter o sentido Rua Santa Luzia/Rua Araújo Porto Alegre. As mudanças entrarão em vigor às 10h do dia 21.
(Portal da Prefeitura do Rio de Janeiro)

Feriado: SMTR muda trânsito próximo à Rodoviária

A Secretaria Municipal de Transportes implanta a partir de hoje, dia 14, a Operação Feriado Proclamação da República, para coordenar o trânsito nas ruas próximas à Rodoviária Novo Rio.

De acordo com o esquema, a Rua Cordeiro da Graça será fechada entre a Avenida Rodrigues Alves e o acesso à Rodoviária, em dois períodos: das 15h do dia 14 até o meio-dia do dia 15; e das 16h do dia 18 até meio-dia do dia 21.

Nesses mesmos dias e horários, outro trecho da Rua Cordeiro da Graça, entre a Rua Equador e a Rodoviária, terá a mão de direção invertida, para facilitar o acesso de veículos. E, para completar, a faixa reversível da Avenida Rodrigues Alves será suspensa durante todo o dia 14 de novembro. (Portal da Prefeitura, 13/11)

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Túnel Rebouças tem todos os acessos abertos


RIO - A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, informa que os dois acessos do Túnel Rebouças pelo Cosme Velho foram reabertos às 6h desta sexta-feira, dia 9. A medida foi tomada após a consolidação da encosta sobre o túnel e os ajustes operacionais das obras.

Além disso, foi realizado um estudo de acessibilidade e mobilidade do Cosme Velho, indicando que a abertura dos acessos é a melhor solução para os moradores do bairro e usuários em geral dessas pistas

Operação Verão da Secretaria de Transportes


A Secretaria Municipal de Transportes criará um esquema de trânsito especial para os banhistas da Barra da Tijuca. Os ônibus das linhas 690, 691 e 701 deixarão de fazer ponto no entrocamento das avenidas Ayrton Senna e Sernambetiba, na altura do condimínio Alfa-Barra. Quem chegar na praia após às 14 h, poderá fazer uma integração, sem acréscimo de tarifa, no Terminal Alvorada, com a mesma linha, no sentido oposto, desembarcando nos pontos de parada da Av. Ayrton Senna, na altura do condomínionio Alfa-Barra.

O novo esquema faz parte da Operação Verão, para oferecer fluidez e ordenamento no trânsito e comodidade para os banhistas. A medida relativa aos ônibus contribuirão para desafogar o entroncamento das duas avenidas (Ayrton Senna e Sernambetiba) e permitirão também, transporte organizado para quem volta da praia de ônibus.

A Prefeitura do Rio oferece monitoramento online do trânsito


A Prefeitura do Rio oferece monitoramento online do trânsito por intermédio das câmeras da CET-Rio. São ao todo 76 câmeras espalhadas por 17 bairros da cidade. A situação do trânsito pode ser acessada no site http://www.transito.rio.rj.gov.br de forma simples e acessível.

Neste mesmo site é possível acessar o boletim de trânsito da cidade e visualizar diferentes rotas disponíveis para o destino solicitado. Além disso, o cidadão pode auxiliar a Prefeitura no diagnóstico de semáforos com defeito. Basta ligar para o Disque Sinal: 2508-5500.

O trânsito no Rio é monitorado em tempo real pelo Controle de Tráfego por Área (CTA) e auxilia na redução do tempo de viagem nas principais vias da cidade. O site também conta com uma listagem de telefones úteis para quem enfrenta o trânsito da cidade todos os dias.
(Cet Rio)

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

MK premiada com o segundo Grammy latino


Pelo segundo ano consecutivo, a MK Music, fundada há 20 anos, ganha o Grammy Latino - prêmio máximo da música latina, o Melhor Álbum Cristão em Língua Portuguesa com Caminho de Milagres, de Aline Barros. A empresa é dirigida pelo Deputado Federal Arolde de Oliveira e Yvelise de Oliveira, sua esposa.
A cerimônia foi realizada no Centro de Convenções do Mandalay Bay, em Las Vegas (EUA).

A MK Music, a gravadora do segmento gospel com o maior número de indicações esse ano (4), confirmou seu favoritismo: além do Caminho de Milagres (Aline Barros), foram indicados Até Tocar o Céu (Eyshila) e Elektracustika (Oficina G3). A cantora Pamela concorreu com o álbum Pamela En Español, na categoria Melhor Álbum Cristão em Língua Hispânica.

Para a MK Music o prêmio não poderia ter vindo em momento mais especial, durante a comemoração do seu aniversário. Em 2006, a gravadora recebeu o prêmio com o CD Aline Barros & Cia.

(Para o site www.aroldedeoliveira.com.br, 9/11)

Esquema de trânsito para sair da praia da Barra


Um esquema especial de transportes facilitará a vida de quem sai da Praia da Barra de ônibus nos finais de semana e feriados rumo a bairros da Zona Norte. Até as 14 horas, três linhas de ônibus que transportam grande quantidade de banhistas – a 690, a 691 e a 701 – circularão normalmente pela região e, após este horário, deixarão de fazer ponto final no entroncamento das avenidas Ayrton Senna e Sernambetiba, na altura do Condomínio Alfa-Barra. Ao deixar a praia após 14 horas, os usuários destas linhas utilizarão ônibus de integração até o terminal Alvorada, de onde seguirão diretamente para seus destinos em outros veículos, sem acréscimo de tarifa.
O novo esquema faz parte da Operação Verão, criada pela Secretaria Municipal de Transportes para oferecer fluidez no trânsito, ordenamento no tráfego e comodidade para os banhistas. A medida relativa aos ônibus contribuirá para desafogar o entroncamento das duas avenidas (Ayrton Senna e Sernambetiba) e permitirá, também, condução organizada para quem volta da praia de ônibus.
(Portal da Prefeitura do Rio, 9/11)

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Não podemos perder mais essa

"Temos assistido impassíveis, ao longo das últimas décadas,
ao esvaziamento econômico de nossa cidade. Perdemos, entre outras, as
sedes da Bolsa de Valores, do mercado financeiro, de importantes empresas,
de grandes eventos, como a Fórmula 1, sem esboçar qualquer reação.
Todo esse processo, é claro, com profundo impacto sobre a
nossa capacidade de geração de empregos e de riqueza.
Estamos, agora, em mais um destes momentos.
Após mais de 70 anos de monopólio da atividade de
resseguros no Brasil, através do IRB-Brasil Resseguros (instituto de
Resseguros do Brasil), a partir de Janeiro começa a transição para um
mercado competitivo. A aprovação da lei complementar (LC) 126, de
15/01/07, abriu o mercado à competição e renovou o interesse de grupos
resseguradores estrangeiros em se estabelecerem no país, e de grupos
locais em entrarem na atividade.
A abertura do mercado e o maior número de empresas atuando
em resseguros (que é o seguro do seguro empresas seguradoras repassam a
resseguradoras parcelas de riscos considerados elevados para sua
capacidade financeira) possibilitarão a redução dos custos finais para as
empresas e a maior disponibilidade de produtos inovadores e sofisticados,
muitos ainda não existentes no país.
Para que se desenvolva, de fato, um mercado competitivo de
resseguros no Brasil, a pré-condição ë que a regulamentação da 1.C 126, em
audiência pública na Susep (Superintendência de Seguros Privados) até o
dia 16/11, estabeleça condições econômicas e operacionais alinhadas com
aquelas atualmente vigentes nos outros centros internacionais. Existem
importantes aperfeiçoamentos e esclarecimentos a serem feitos, em relação
à minuta em debate, e o mercado está mobilizado nesse sentido.
Ultrapassada esta etapa, a decisão seguinte dos
resseguradores é quanto ã cidade onde instalar sua sede.
No mundo, existem cidades que concentram grandes centros
resseguradores, como Londres, Dublin ou Dubai. Em geral, os grupos
resseguradores estão sediados em um único local, embora possam ter
escritórios de representação em outras cidades.
Assim sendo, instalou-se o debate acerca de qual é a
cidade que reúne as melhores condições para sediar o centro de resseguros
no Brasil (que poderá ser também o centro ressegurador da América Latina);
Rio ou São Paulo.
As autoridades governamentais, em ambas as cidades e
estados, vêm se mobilizando e buscando atrair a atenção das
resseguradoras, que examinam as condições para sua futura instalação.Está na hora de colocarmos nossas credenciais cariocas.
O Rio é a sede do IRB, desde sua criação, em 1930, e,
portanto, a cidade que tem mais tradição no setor. Aqui estão também as
sedes da Susep. que ê o órgão regulamentador e fiscalizador do setor, da
Fenaseg (Federação Nacional das Empresas Seguradoras), da ANS (Agência
Nacional de Saúde), da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), da Fenacor
(Federação Nacional dos Corretores de Seguros), do IBA (Instituto
Brasileiro de Atuária) e da Aber (Associação Brasileira de
Resseguradores), todos importantes órgãos de regulação, fiscalização e
representação das atividades do setor de seguros e resseguros.
Dos 28 corretores de resseguros que já operam no Brasil,
84% estão no Rio de Janeiro. Dos resseguradores já instalados no país, 50%
estão também em nossa cidade.
Além da questão institucional, preenchemos outro
importante quesito - o da qualificação profissional. Pela tradição que
temos em resseguros, o Rio de Janeiro refine pessoal qualificado e também
importantes fontes de formação profissional - como a Funenseg (Escola
Nacional de Seguros, a UFRJ, que tem a mais antiga escola do setor de
seguros no Brasil e oferece cursos de graduação em ciência atuarial há
mais de 50 anos, e a PUC, através do lapuc (Instituto de Administração de
Riscos Financeiros e Atuariais), com o primeiro curso de mestrado em
ciência atuarial na América Latina.
Completando nosso tripé, o Estado do Rio de Janeiro
representa expressivo mercado para os resseguradores. De acordo com o IRB,
metade dos prêmios dos chamados grandes riscos industriais vem do nosso
estado. E a razão é simples - aqui estão localizadas importantes empresas
e plantas industriais, como Petrobras, Eletrobrás, Nuclebrás, Indústria
naval, Vale do Rio Doce, siderúrgicas, empresas de telecomunicações etc.
isto sem considerar os novos investimentos já em curso, como a Companhia
Siderúrgica do Atlântico e o pólo petroquímico (Comperj).
Estão também no Rio de Janeiro os maiores fundos de pensão
do país, como Previ e Petros, que poderão ser futuros clientes de
resseguradores das atividades de vida e previdência, ainda não praticados
no Brasil.
Não estamos falando em incentivos nem em subsídios.
Estamos falando em racionalidade econômica e desconcentração das
atividades entre as duas maiores cidades do país.
Baseados nestes fatos e dados, acreditamos que o Rio de
Janeiro seja a melhor opção, do ponto de vista nacional, para sediar o
Centro Internacional de Resseguras do Brasil."

MARIA SILVIA BASTOS MARQUES é vice-presidente da Associação Comercial do
Rio de janeiro.


jornal O Globo de 3/11/2007