diHITT - Notícias Arolde de Oliveira: Agosto 2007

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Pedida a cassação de Renan


Senadores do Conselho de Ética trocam insultos aos gritos de ‘boneca’, ‘menina’ e ‘palhaço’. Relatório que pede a perda do mandato do presidente da Casa terá votação aberta, quarta-feira

BRASÍLIA - A votação pela cassação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), foi adiada para quarta-feira e não será secreta. A leitura do relatório no Conselho de Ética do Senado foi tensa, com senadores trocando ofensas aos gritos. Tasso Jereissati (PSDB-CE) insultou Almeida Lima (PMDB-SE): “Calma, boneca. Calma, menina. Você é um palhaço e está vendido”.

Almeida é um dos três relatores do processo, aliado de Renan, e defendia o arquivamento, alegando falta de provas. Os outros dois relatores — Renato Casagrande (PSB-ES) e Marisa Serrano (PSDB-ES) —, porém, pediram a cassação por quebra de decoro. A votação teve que ser adiada porque outros dois aliados de Renan, Wellington Salgado (PMDB-MG) e Gilvam Borges (PMDB-AP), pediram vista, para analisar o mérito.

O presidente do Conselho de Ética, Leomar Quintanilha (PMDB-TO), também é aliado de Renan e tinha determinado votação secreta, mas sua decisão foi derrubada por 10 votos a 5 — uma primeira vitória da oposição. “O voto aberto é pela transparência e pelo temor de que alguns senadores sejam pressionados a trocar o voto”, disse Demostenes Torres (DEM-GO). Aliados de Renan ainda pretendem recorrer ao Supremo Tribunal Federal para mudar a forma de votação. Pela manhã, ato liderado pelo PSOL reivindicou a votação aberta, exibindo manifesto com 60 mil assinaturas e faixas com frases como “Quero saber como meu representante vota”.

Renan Calheiros é acusado de receber dinheiro de um lobista de empreiteira para pagar pensão alimentícia à jornalista Mônica Veloso, com quem tem uma filha de 3 anos. Com 73 páginas, o relatório diz que perícia da Polícia Federal comprova que Renan não tinha recursos para pagar a pensão e o acusa de mentir não só ao Conselho de Ética, mas também à nação, já que teria feito um pronunciamento da tribuna do Senado dando falsas explicações para justificar seus rendimentos. Se o Conselho aprovar o relatório, o processo seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça da Casa e, se aprovado, será votado por todos os senadores no plenário.

Antes do bate-boca entre Tasso Jereissati e Almeida Lima, o senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA) criou polêmica ao acusar o advogado de Mônica Veloso, Pedro Calmon Filho, de procurá-lo, em maio, pedindo que ele convencesse Renan Calheiros a pagar R$ 20 milhões para que Mônica encerrasse o assunto e não divulgasse detalhes do relacionamento. O corregedor do Senado, Romeu Tuma (DEM-SP), alertou que “não se pode misturar esse assunto no processo. Tentativa de extorsão tem que ser comunicada ao Ministério Público”.

‘Se V. Ex.ª sabe bater na mesa, também sei’

O bate-boca no Conselho de Ética do Senado começou porque Almeida Lima não aceitava que seu parecer fosse apenas voto em separado dentro do relatório dos outros dois relatores. O regimento da Casa, porém, não permite que haja dois relatórios num mesmo processo. Como ele era minoria, seu texto foi lido, mas não será votado. O PSDB queria evitar até a leitura.

“Grandes democratas vocês são! Não querem me deixar ler um relatório de quatro páginas”, criticou o senador, ficando de pé. Tasso Jereissati levantou a voz, pedindo calma, e Almeida Lima reagiu: “No grito não! Se Vossa Excelência sabe bater na mesa, eu também sei. Estão querendo me castrar!”.

Artur Virgílio (PSDB-AM) entrou na discussão: “Senador, ninguém quer lhe castrar. Nem na palavra nem em outro jeito”. No mesmo instante, Tasso se pôs de pé: “Calma, boneca! Calma, menina!”. Almeida Lima ficou mais nervoso — “Senador, esse trejeito não lhe fica bem” — e completou: “Vocês são uns palhaços”. Tasso deu murros na mesa, devolvendo o insulto: “Você é um palhaço. Deixa de palhaçada, rapaz, você é um vendido”. Ambos tiveram que ser contidos, e o presidente do Conselho de Ética, Leomar Quintanilha, interrompeu a sessão por alguns minutos.

O Conselho de Ética existe para zelar pelo decoro parlamentar — um conjunto de normas de conduta a serem seguidas por senadores e deputados e inclui a proibição de expressões que configurem crime contra a honra.


O Dia Online

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Pensamento da semana

A primeira condição para ser alguma coisa é não querer ser tudo ao mesmo tempo.

(Tristão de Ataíde)

terça-feira, 21 de agosto de 2007

Novas provas contra os suspeitos de integrar o esquema do mensalão

O procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, reafirmou hoje que só apresentará novas provas contra os suspeitos de integrar o esquema do mensalão se o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir abrir processo para investigar o caso. "Os elementos que estão anexados nos laudos, com base nos quais foi oferecida à denúncia, são plenamente suficientes para demonstrar todas as afirmações feitas", disse. "A cada afirmação há uma referência probatória específica."

Após participar da solenidade de posse do novo procurador-geral do Trabalho, Otavio Brito Lopes, na sede da Procuradoria Geral da República, Antonio Fernando de Souza evitou dar detalhes das novas provas que teria contra os acusados de integrar o esquema do mensalão. "Novas provas serão apostadas desde que haja recebimento da denúncia, e aí sim poderão ser divulgadas", disse.

Agência do Estado

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Deficientes terão mais transportes

Para melhorar o acesso das pessoas com deficiência ao sistema público de transportes, a Secretaria Extraordinária Deficiente Cidadão e a Secretaria Municipal de Transportes estão constituindo grupo de trabalho para regulamentar a adaptação dos veículos de transportes alternativos para o atendimento dessas pessoas, em especial aos usuários de cadeira de rodas .

Este novo serviço se agrega à Rede Básica de Transporte por Ônibus com Veículos Adaptados ao Sistema de Táxis Adaptados já em funcionamento na cidade. Fará parte do estudo a adequação dos terminais de ônibus e a integração dos sistemas já oferecidos. Caberá ao estudo, também, iniciativas como a criação de uma cooperativa especial de transporte alternativo adaptado. (Portal da Prefeitura do Rio, 17/07/07)

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Pesquisa credita sucesso do Pan à Prefeitura

O Ex-Blog Cesar Maia publica hoje resumo da Pesquisa GPP sobre o Pan realizada no Rio (Capital), entre 4 e 5 de agosto de 2007, com 800 maiores de 16 anos. Os cariocas creditaram à sua administração, o sucesso do evento.

Algumas perguntas e seus resultados:

A quem o Rio deve mais a realização do PAN: César Maia 39%. Lula 23%. Cabral 15%. Quem mais investiu nas obras do PAN: Prefeitura 35%. Governo Federal 31%. Governo Estadual 11%. Notas para a participação dos governos: Prefeitura do Rio: 73% de 7 a 10. Media geral 7,77 / Governo do Estado: 61% de 7 a 10. Media Geral 7,15. / Governo Federal: 60% de 7 a 10. Média 7,20. Notas para o PAN ! Para o Funcionamento do PAN 8,75./ Para as instalações 9,14 / Para o trânsito 7,61 / Para a segurança 9,01 / Para a Torcida 9,10 / Venda de Ingressos 6,81 / Atletas brasileiros 9,45. Resumo das 19 respostas às diversas perguntas aqui: http://docs.google.com/Doc?id=dfdftkwg_34x9xqt

Esquema de trânsito do Parapan começa sábado

RIO - O esquema de trânsito especial do Parapan começará a funcionar a partir de sábado. Ônibus adaptados para deficientes sairão do Terminal Alvorada especialmente para os locais das competições. Em todas as instalações, haverá estacionamento para carros de portadores de deficiência.

Apenas algumas ruas próximas aos estádios serão interditadas para estacionamento no Parapan. As faixas laranjas exclusivas do Pan serão preferenciais para as delegações. Os motoristas poderão trafegar pelas faixas, mas haverá multas para quem não der preferência aos atletas.

Para o funcionamento do esquema, foi preciso realizar um remanejamento dos ônibus da cidade, e alguns trajetos vão ficar sem veículos para deficientes durante o Parapan.

- Nós sabemos que têm linhas que não se utilizam tanto desses ônibus adaptados. Então, esses ônibus foram remanejados para dar um reforço para o transporte do público no Parapan - explica Arolde de Oliveira, Secretário municipal de Transportes.

Do Terminal Alvorada, sairão 76 veículos para o Riocentro e para o Complexo Esportivo do Autódromo, e também para o Engenhão, além de 24 veículos da linha Alvorada - Del Castilho. Para os atletas e as delegações, serão usados 43 ônibus adaptados para cadeiras de rodas e outros 45 ônibus e 65 vans.

O Terminal Alvorada foi adaptado para portadores de deficiência na reforma feita em junho. Orelhões mais baixos foram instalados para uso de cadeirantes e sete rampas foram construídas. As calçadas ganharam corrimão e um banheiro exclusivo para quem usa cadeira de rodas foi construído. Porém, ainda faltam placas em braile para pessoas cegas.

O diretor da RioÔnibus, Paulo Valente, afirmou que as obras são um benefício para a cidade:

- As obras que estão sendo feitas nos terminais que a RioÔnibus está assumindo são para a cidade, não apenas para o atendimento ao Pan ou ao Parapan.

As interdições no transito serão menores que as feitas no Pan-Americano. Apenas alguns trechos de ruas no caminho do Engenhão, no Complexo Esportivo de Deodoro e também no Complexo Esportivo do Autódromo serão fechados. Além disso, desta vez, será permitido estacionar no entorno das instalações esportivas.

- Nós estamos tomando no Parapan o mesmo número de medidas e preocupações e de ocupações que tivemos nos Jogos Pan-Americanos. Mas a cidade continua com a sua vida normal - afirma o secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira. (RJTV de 08/08/07)

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Democratas: candidatura própria nos municípios


O Prefeito Cesar Maia reuniu-se em seu gabinete com o pré-candidato a Prefeito de Araruama, empresário Miguel Jeovani, valorizando a iniciativa do Democratas de ter candidatura própria nas próximas eleições em todos os municípios.

Miguel Jeovani foi apresentado pelo Deputado Federal Arolde de Oliveira, também presente. Acompanhavam Jeovani, Norberto Gonçalves, presidente do partido em Araruama, Washington Correa (ex-presidente do PMDB, agora no DEM) e Claudio Norberto, presidente da Juventude.Para o site http://www.aroldedeoliveira.com.br/, 8/8/07)

A Secretaria Municipal de Transportes e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) criaram um esquema especial para facilitar o deslocamento da Família Parapan com rapidez e segurança, e com o mínimo possível de transtorno para a cidade. Para isso, serão implantadas, por exemplo, faixas preferenciais interligando a Vila do Parapan, na Barra, aos principais locais de competição. Haverá também fretamento de veículos para o deslocamento dos atletas, técnicos e demais integrantes das delegações em 12 linhas com ônibus adaptados.

Os Jogos Parapan-Americanos Rio 2007 serão realizados de 12 a 19 deste mês. As faixas exclusivas utilizadas durante o Pan Rio 2007 permanecerão preferenciais, sendo que os veículos comuns poderão trafegar por elas, mas dando prioridade à passagem de delegação do Parapan. O deslocamento do público, voluntários e trabalhadores dos Jogos também foi planejado, de modo a garantir o acesso às instalações esportivas e oferecer bom acesso pelos meios de transporte público e estacionamento adequado em vários locais de competição. Ver o planejamento completo no link htpp://doweb.rio.rj.gov.br (Portal da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 8/8/07)

terça-feira, 7 de agosto de 2007

Bernardinho: medalha de ouro para os transportes no Pan

Em entrevista ao jornal Ataque/O Dia (05.08.07), o técnico Bernardinho elogiou a logística do Pan do Rio, especialmente os transportes. “Antes do Pan, tinha dúvidas de uma Olimpíada no Brasil por uma série de coisas, pela própria logística. Em Atlanta (1996), por exemplo, o transporte foi bem caótico. Mas aqui não tivemos problemas com isso. Mostramos capacidade de realização incrível. A mobilização da população foi importante. (Para o site www.aroldedeoliveira.com.br, 7.08.07)

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Visita ao Presidente do TCMRJ

A visita que o Deputado Federal Arolde de Oliveira fez ao Presidente do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCMRJ), Thiers Montebello, em julho, foi registrada em foto tirada no seu gabinete. Arolde de Oliveira também ganhou uma medalha do tribunal como lembrança. Na foto, Thiers Montebello no centro com Arolde de Oliveira (à direita). (Para o site http://www.aroldedeoliveira.com.br/, 6/08/07).

Arolde, Cidadão Barrense


O Deputado Federal Arolde de Oliveira recebeu sábado, 4 de agosto, o título de Cidadão de Barra do Piraí numa solenidade realizada na Praça Nilo Peçanha, no Centro. A iniciativa foi do vereador Toni Albex.
Na mesma tarde, houve a Marcha para Jesus, que reuniu vários segmentos da comunidade evangélica do municípo. (Para o site www.aroldedeoliveira.com.br, 6/08/07)

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Democratas se fortalece na Região dos Lagos



Miguel Alves Jeovani, dono de uma rede de supermercados na Região dos Lagos, filiou-se ao Democratas. Sua ficha e de outros ex- companheiros do PMDB foram assinadas pelo Deputado Federal Arolde de Oliveira.

Jeovani foi vice-presidente do diretório do PMDB em Araruama. Segundo ele, a próxima etapa será lançar-se pré-candidato a prefeito do município onde nasceu. Sua campanha enfatizará projetos na saúde e na criação de empregos para a cidade.

Também assinou a ficha de filiação do Democratas, Washington Luis Lopes Correa, ex-presidente do PMDB de Araruama. Eles vieram acompanhados de Norberto Gonçalves, presidente do Democratas em Araruama. (Para o site http://www.aroldedeoliveira.com.br/, 2/08/07)

Vaias não saem da cabeça de Lula

Estado de SP. Trechos da entrevista do politólogo Leoncio
Martins Rodrigues.
'Vaia perturbou Lula e revelou lado autoritário'

Também é bom lembrar que as vaias parecem mais aceitáveis quando uma
pessoa que ocupa um cargo público se comporta mais como representante
de um grupo político do que como administrador. / Há um setor grande
da população - representado especificamente por pessoas de nível de
escolaridade mais alto e com informações sobre o que se passa no
governo - que vem sendo tomado por um estado de horror diante do que
vê. Refiro-me à situação dos aeroportos, às frases descabidas do
presidente, aos erros de português, às incongruências, ao estilo com
que ele governa. (Do Ex-Blog do Cesar Maia blogdocesarmaia@gmail.com)

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

COB: ouro para os transportes no Pan

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, afirmou em entrevista que o ponto alto do Pan foram os transportes.

“Eles, que, junto com a segurança, eram as nossas maiores preocupações. O funcionamento do trânsito transcorreu sem problemas. E esse crédito vai pra a Prefeitura do Rio, para a Secretaria Municipal de Transportes e para a CET-Rio. Não houve qualquer intercorrência, nenhum atraso. Eu nunca vi uma saída tão rápida de um estágio, tão tranquila. Ontem, às 21h, os atletas já estavam na Vila jantando e se preparavam para sua última noite na boate da Vila (que deixamos, com autorização do Comitê, funcionar até mais tarde)." (Para o site www.aroldedeoliveira.com.br, 1/8/07)